Centro financeiro e residencial. GDF consulta Planalto para construção de centro imobiliário

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

GDF consulta Planalto para construção de centro imobiliário

Área será no no Eixo Monumental. Estudo está sendo elaborado pelo Executivo; proposta foi apresentada ao vice-presidente da República, Hamilton Mourão

HÉDIO FERREIRA JÚNIOR, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

Na busca pelo desenvolvimento de áreas inoperantes da cidade, o Governo do Distrito Federal (GDF) estuda a construção de um centro financeiro e residencial no final do Eixo Monumental. O terreno – de propriedade da União, sob a guarda do Exército – tem aproximadamente 400 hectares e fica na região rodoferroviária, a menos de três quilômetros da região central de Brasília.

Na tarde desta segunda-feira (16), o governador Ibaneis Rocha esteve no Palácio do Planalto onde apresentou ao vice-presidente da República Hamilton Mourão a proposta de expansão e modernização da área. Um projeto está sendo elaborado pela Terracap. Toda a obra seria executada e custeada pela iniciativa privada.

A proposta de Ibaneis é estabelecer com o Exército e a Secretaria de Patrimônio da União o desenvolvimento de uma região complementar ao Plano Piloto que, dentro do projeto urbanístico de Brasília ficou sem obras. De acordo com ele, o vice-presidente se propôs a intermediar as discussões [do projeto] com o Exército. “Nós temos a iniciativa muito grande de criar mais um polo de desenvolvimento naquela região que é nobre e está constantemente sujeita a invasões”.

Um estudo urbanístico dos impactos ambientais de uma construção dessa magnitude na região já foi esboçado junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a órgãos ambientais – inclusive com a construção de uma barreira de proteção ao Parque Nacional de Brasília.

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Você também pode querer ler