Home / Cidades / Homem que matou adolescente durante assalto no DF não responderá por homicídio, diz delegado
Últimas Notícias

Homem que matou adolescente durante assalto no DF não responderá por homicídio, diz delegado

Por Afonso Ferreira e Fred Ferreira, G1 DF e TV Globo

O homem que matou um adolescente de 15 anos durante um assalto a posto de combustível na avenida Elmo Serejo, em Taguatinga, no Distrito Federal (veja vídeo acima), não será indiciado por homicídio. A informação foi confirmada pelo delegado Josué Ribeiro, da 12ª Delegacia de Polícia.

O crime ocorreu na madrugada desta sexta-feira (11). O adolescente morto tentou roubar o estabelecimento junto de outros três comparsas. No entanto, um homem de 54 anos que estava no local reagiu ao assalto, e além de matar o jovem, baleou outros dois suspeitos.

A polícia quer saber se a arma usada por Carlos Alberto de Souza, que atirou nos assaltantes, está legalizada. Na tarde desta sexta-feira (11), o advogado dele, Adilson Valentim, compareceu à delegacia sem o cliente.

egundo a defesa, Carlos tem porte de arma para caça e coleção e foi ao posto de gasolina para abastecer o carro. Ainda de acordo com o advogado, ele estava armado porque ia para uma caça de javali em Luziânia – na região do Entorno do Distrito Federal.

“Ele é de uma categoria que nós chamamos de CAC – Colecionador, Atirador e Caçador. Ele tem toda a documentação, arma registrada e poderia estar portando a arma nas condições em que estava. Ele estava indo caçar.”

O defensor disse ainda que o cliente deve se apresentar a qualquer momento na delegacia.

Assalto a posto de combustível em Ceilândia, no DF — Foto: Reprodução

Assalto a posto de combustível em Ceilândia, no DF — Foto: Reprodução

Câmeras registraram ação

Câmeras de segurança do posto de combustível registram o momento em que o grupo entrou no comércio. Eles renderam o frentista e um cliente do posto. Enquanto o funcionário entrega os pertences para os assaltantes, o atirador saca uma arma e dispara.

O adolescente de 15 anos morreu na hora. Outros suspeitos – um menor de 14 anos e outro de 16 anos – foram baleados mas conseguiram fugir em um carro dirigido pelo quarto comparsa.

Os dois, no entanto, acabaram apreendidos ao dar entrada no Hospital Regional de Ceilândia (HRC). O estado de saúde deles não foi divulgado.

O carro usado no crime foi localizado pela PM no início da manhã, na QNM 38, em Ceilândia. Os militares informaram que o veículo foi roubado nesta quinta-feira (10).

Até a publicação desta reportagem o suspeito que dirigia o carro ainda era procurado pela polícia. Os investigadores vão esperar o resultado de um laudo que vai apontar a identificação do suspeito por meio de digitais deixadas no carro.

O adolescente que morreu no posto de gasolina tinha duas passagens por roubo e uma por lesão corporal na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*