Home / Cidades / Com voos extras e previsão de 246 mil passageiros durante o carnaval no Aeroporto de Brasília, veja como não perder a viagem
Últimas Notícias

Com voos extras e previsão de 246 mil passageiros durante o carnaval no Aeroporto de Brasília, veja como não perder a viagem

Por G1 DF

 


Desfile de pernas de pau e foliões em homenagem ao carnaval no Aeroporto JK, em Brasília — Foto: Inframerica/DivulgaçãoDesfile de pernas de pau e foliões em homenagem ao carnaval no Aeroporto JK, em Brasília — Foto: Inframerica/Divulgação

Desfile de pernas de pau e foliões em homenagem ao carnaval no Aeroporto JK, em Brasília — Foto: Inframerica/Divulgação

O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek estima receber 246 mil passageiros entre a próxima sexta-feira (21), quando começa o carnaval, e a Quarta-feira de Cinzas (26). Ao todo, serão 1.705 pousos e decolagens nos seis dias e 37 voos extras.

Os destinos mais procurados, por quem sai de Brasília, são Salvador (BA), Olinda (PE), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG). O dia com maior movimento, segundo a Inframerica, que administra o terminal, deve ser na sexta, entre 6h e 12h e das 18h às 22h. Já para o retorno, a concentração de passageiros deve ocorrer a partir das 8h.

Para evitar problemas – como perder a viagem – o aeroporto elaborou uma série de orientações. São desde as dicas básicas, como chegar com 1h30 de antecedência para voos nacionais e 2h30 para os internacionais, até a lista de documentos necessários para viajar com crianças (veja abaixo).

Aeroporto de Brasília, em imagem de arquivo — Foto:  Felipe Menezes/InframericaAeroporto de Brasília, em imagem de arquivo — Foto:  Felipe Menezes/Inframerica

Aeroporto de Brasília, em imagem de arquivo — Foto: Felipe Menezes/Inframerica

  • Chegue com antecedência: pelo menos 1h30 para voos nacionais e 2h30 para voos internacionais;
  • Retirar todos os objetos metálicos, como cintos, relógios, chaves, moedas e celulares, antes de passar no raio-x. Isso agiliza o andamento da fila;
  • Tablets e laptops devem ser retirados de malas e mochilas e colocados nas caixas plásticas;
  • Objetos cortantes ou perfurantes, líquidos e inflamáveis são proibidos na bagagem de mão. Para evitar o descarte, coloque esses ítens na bagagem que for despachar;
  • Confira o peso e o volume da bagagem de mão antes de ir para a fila de embarque. Chegar com malas maiores e ter que despachá-las pode atrasar o voo;
  • Horários de pousos e decolagens podem ser acompanhados pelos monitores espalhados pelo aeroporto, ou pelo App do Aeroporto de Brasília;
  • É preciso levar documento original com foto para embarcar. Vale carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho e passaporte;
  • Ao viajar com crianças, preste atenção na documentação exigida para cada tipo de viagem. Há diferença nas autorizações para voos domésticos e internacionais, assim como para menores acompanhados por um ou nenhum dos guardiões legais. Em caso de dúvida, procure orientações no Juizado da Infância e Juventude do Aeroporto;
  • Não deixe malas e bagagens de mão em cadeiras ou no chão enquanto espera no saguão. Fique de olhos nos seus pertences;
  • O conteúdo das malas é de responsabilidade do passageiro. Transportar objetos de terceiros pode ser um risco.

Transporte e objetos esquecidos

Os objetos esquecidos e perdidos no aeroporto são enviados ao setor de “Achados e Perdidos”. A sala fica perto do balcão de pagamento de estacionamento.

Ela funciona de segunda a sexta-feira, de 7h às 23h, com intervalos das 12h às 13h e das 19h às 20h. Depos das 23h o passageiro deve buscar atendimento no balcão de informações.

O telefone de contato é (61) 3214-6109. Mas a concessionária alerta que objetos esquecidos dentro das aeronaves são de responsabilidade das companhias aéreas.

Os passageiros também devem ficar atentos ao embarcar nos táxis e transporte por aplicativo. Segundo a Inframerica, o serviço de táxi possui uma área própria e credenciada para trabalhar no Aeroporto JK.

Já os motoristas de aplicativo não abordam passageiros, alerta a concessionária que administra o Aeroporto de Brasília. “As corridas devem ser feitas pelo sistema da empresa em seu celular”, diz a Inframerica. O passageiro deve ainda conferir a placa e o nome do condutor do veículo antes de entrar no carro.

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*