Outubro Urbano! Seduh debate como tornar as cidades mais igualitárias

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Seduh debate como tornar as cidades mais igualitárias

Evento, que ocorrerá na quarta-feira (30), integra a programação do Outubro Urbano, iniciativa da ONU/Habitat. E é aberto ao público, de graça

AGÊNCIA BRASÍLIA *

A ONU definiu como Outubro Urbano o Programa para os Assentamentos Humanos (ONU/Habitat). E a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), aceita na organização, decidiu planejar o seminário A inovação no planejamento urbano do DF. Programe-se: será na quarta-feira (30), das 9 às 17 horas, no auditório da Polícia Civil do Distrito Federal, no complexo da força de segurança.

O seminário abordará a governança no território, por meio da apresentação de ferramentas e políticas públicas voltadas ao desenvolvimento urbano do Distrito Federal. Na ocasião, serão detalhadas plataformas de gestão e transparência pública desenvolvidas pela Seduh — o Portal da Regularização, o GeoPortal e o Observatório Territorial do DF.

Imagem do GeoPortal, da Seduh

Em relação às políticas públicas de planejamento urbano, o seminário mostrará os objetivos e o processo de elaboração do Plano Distrital de Habitação de Interesse Social (Plandhis) e a revisão do Plano Diretor de Ordenamento do Distrito Federal (Pdot).

A participação é gratuita e aberta a toda população. O intuito é que as iniciativas conduzidas pela Seduh sejam difundidas entre o meio acadêmico, o setor produtivo, as outras esferas de Poder e o público em geral.

A partir do momento que se tem acesso à informação, detém-se conhecimento daquilo que é necessário para a casa, para o bairro e para a cidade. Aí é possível reivindicarGiselle Moll, secretária-executiva de Desenvolvimento Urbano e Habitação

“O seminário vai ser uma espécie de oficina para todos, especialmente para quem trabalha diretamente com essas ferramentas”, afirma a secretária-executiva de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Giselle Moll.

Ao debater o tema A inovação no planejamento urbano do DF, a Seduh se alinha a outros eventos organizados país afora, reunidos no Circuito Urbano. Essa rede de discussões se orienta a partir das metas do Objetivo do Desenvolvimento Sustentável nº 11 —Cidades e Comunidades Sustentáveis.

Com isso, busca-se conduzir o desenvolvimento baseado na resiliência, no respeito ao meio ambiente, ao ser humano e à escala humana, de acordo com Giselle. “É construirmos espaços adequados para que o humano se desenvolva também”, defende.

Outubro Urbano
É o mês dedicado à reflexão sobre questões urbanas e ao compartilhamento de conhecimentos e experiências para promover um futuro urbano melhor. Ele se inicia com o Dia Mundial do Habitat (na primeira segunda-feira de outubro) e se encerra com o Dia Mundial das Cidades (31 de outubro).

Foto: Agência Brasília/Arquivo

Para dar visibilidade aos temas do Outubro Urbano, o escritório do ONU/Habitat no Brasil organiza, desde 2018,  o Circuito Urbano. Trata-se de uma convocatória de apoio institucional de eventos organizados por entes públicos e organizações não-governamentais.


Para participar, basta se inscrever gratuitamente neste link.

 


* Com informações da Seduh

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Você também pode querer ler