Funcionario dos correios de Michigan denuncia fraude e alega que superiores estavam envolvidos

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Funcionario dos correios de Michigan denuncia e alega que seus superiores estavam envolvidos em fraude eleitoral. – Um funcionário do Serviço Postal dos Estados Unidos disse na quarta-feira ao Project Veritas que um supervisor chamado Johnathan Clarke em Traverse City, Michigan – um dos grandes estados em disputa neste ciclo eleitoral – está potencialmente envolvido em fraude eleitoral.

“Recebemos uma diretiva esta manhã para coletar todas as cédulas que encontrarmos em caixas de correio, caixas de coleta, apenas enviar e-mails em geral, separá-las no final do dia para que pudessem carimbar com a data do dia anterior”, afirmou o denunciante. “Hoje é 4 de novembro para esclarecimentos.”

Os tribunais de Michigan decidiram que as cédulas tinham que ser recebidas pelo secretário eleitoral antes das urnas no dia da eleição, o que significaria às 20h de terça-feira, 3 de novembro.

Segundo o denunciante, as cédulas estão em “sacos expressos” para que possam ser enviadas ao centro de distribuição da USPS.

“Em relação a um cesto, há um cesto padrão para o que todos os correios de cartas deveriam ir e eles tinham uma banheira ao lado dela que deveríamos colocar todas as cédulas coletadas hoje”, afirmou a transportadora.

fonte: https://townhall.com/tipsheet/bethbaumann/2020/11/04/usps-whistleblower-in-michigan-claims-higher-ups-were-engaging-in-voter-fraud-n2579501

Por Wesley Moreira

Você também pode querer ler