Cine Brasília exibe filme ‘Bacurau’, premiado em três festivais internacionais

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Por G1 DF

Cena de 'Bacurau', de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles — Foto: DivulgaçãoCena de 'Bacurau', de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles — Foto: Divulgação

Cena de ‘Bacurau’, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles — Foto: Divulgação

Após a exibição, haverá um debate com Dornelles e o ator Silvero Pereira, que interpreta Lunga. O personagem deixa a cidade para viver em outro lugar por não se sentir acolhido pela comunidade.

Cine Brasília, na Asa Sul, durante festival de cinema — Foto: Andre Borges/Agência Brasília.Cine Brasília, na Asa Sul, durante festival de cinema — Foto: Andre Borges/Agência Brasília.

Cine Brasília, na Asa Sul, durante festival de cinema — Foto: Andre Borges/Agência Brasília.

“Bacurau” estreou nos cinemas de todo o país nesta quinta (29), mas, antes, circulou por festivais nacionais e internacionais – por onde conquistou troféus. Entre eles, o Prêmio do Júri no Festival de Cannes(França), o de Melhor Filme no Festival de Cinema de Munique(Alemanha), e também o de Melhor Filme no Festival de Cinema de Lima (Peru).

Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho recebem o Prêmio do Júri do Festival de Cannes 2019, na França — Foto: ReutersJuliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho recebem o Prêmio do Júri do Festival de Cannes 2019, na França — Foto: Reuters

Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho recebem o Prêmio do Júri do Festival de Cannes 2019, na França — Foto: Reuters

No Brasil, “Bacurau” foi um dos 12 selecionados pela Academia Brasileira de Cinema para disputar a única vaga para representar o país no Oscar de 2020. O vencedor, porém, foi “A vida invisível de Eurídice Gusmão”, do diretor cearense Karim Aïnouz. O placar foi de 5 votos contra 4 para “Bacurau”.

Doze filmes em disputa para representar o Brasil no Oscar 2020 — Foto: DivulgaçãoDoze filmes em disputa para representar o Brasil no Oscar 2020 — Foto: Divulgação

Doze filmes em disputa para representar o Brasil no Oscar 2020 — Foto: Divulgação

O filme também abriu a mostra competitiva do 47º Festival de Cinema de Gramado, no dia 17 de agosto. Nesta edição, três filmes de Brasília conquistaram Kikitos: “O homem cordial”, de Iberê Carvalho, “O véu de Amani”, de Renata Diniz, e “Invasão espacial”, de Thiago Foresti.

A história de ‘Bacurau’

O filme parte da história de um povoado no sertão de Pernambuco em um futuro semi-distópico para contar uma crônica universal de união e resistência. O título faz referência a um pequeno vilarejo que aprendeu a viver à margem do governo local.

Cena de 'Bacurau' — Foto: DivulgaçãoCena de 'Bacurau' — Foto: Divulgação

Cena de ‘Bacurau’ — Foto: Divulgação

Apesar das dificuldades, tudo se complica depois que uma líder comunitária morre e a cidade some dos mapas. Isso ocorre em meio a um desabastecimento de água e logo após a chegada de grupo de forasteiros com intenções duvidosas.

“Bacurau” é, também, um filme sobre história de poderosos caçando oprimidos. O que o roteiro tenta mostrar é facilidade com a qual os mais fracos são subestimados – e o quanto isso pode ser perigoso.

G! – DF

Adaptações:

Alexandre Torres

Guará News

‘Bacurau’ no Cine Brasília

  • Data: 30 de agosto
  • Hora: 20h
  • Local: Cine Brasília – 106/107 Sul
  • Ingresso: R$ 6 a meia-entrada
    *Compras somente na bilheteria.

Você também pode querer ler