Preço da carne bovina deve cair até 15% neste início de ano, aponta sindicato do DF

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Por Hugo Evaristo, TV Globo

 


Açougue na região do Cruzeiro, no Distrito Federal  — Foto: Tony Winston/Agência BrasíliaAçougue na região do Cruzeiro, no Distrito Federal  — Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Açougue na região do Cruzeiro, no Distrito Federal — Foto: Tony Winston/Agência Brasília

O Sindicato do Comércio Varejista de Carnes Frescas e Gêneros Alimentícios do Distrito Federal (Sindgêneros-DF) afirma que o preço da carne bovina pode cair até 15% neste início de ano. A previsão baseia-se nos reflexos das festas de fim de ano, que não costumam incluir carne bovina nos cardápios e, por isso, influenciariam a queda no preço.

“Época de festa aumenta o consumo da carne suína e das aves, daí uma redução da carne bovina”, explica o presidente do Sindgêneros Raimundo Notato Figueiredo.

De acordo com o presidente do Sindgêneros, os custos começaram a cair ainda em dezembro e, agora, no começo do ano, “está estabilizado”. Ele destaca que esta redução é “uma previsão normal”.

Preço da carne bovina registra alta e inibe consumidores — Foto: Reprodução/EPTVPreço da carne bovina registra alta e inibe consumidores — Foto: Reprodução/EPTV

Preço da carne bovina registra alta e inibe consumidores — Foto: Reprodução/EPTV

A baixa no custo ocorre após alta de 28,5% no preço da carne bovina em seis meses, segundo o Ministério da Agricultura. Os valores foram influenciados principalmente pelo aumento das exportações.

Segundo o Ministério da Agricultura, o arroba do boi gordo estava cotada em R$ 216 no início de dezembro e chegou ao final do mês custando R$ 180.

Entre as reduções que já podem ser vistas no supermercado, de acordo com o Sindigêneros, está o valor do quilo da carne de primeira, que caiu de R$ 46,90 para R$ 42,90, em média.

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Você também pode querer ler