PF prende grupo que usava crianças para migrar ilegalmente para os EUA

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

PF prende grupo que usava crianças para migrar ilegalmente para os EUA

Ao todo, 10 pessoas foram presas no Aeroporto de Brasília. Elas pagavam a casais para se passar pelos pais das crianças


Operação ocorreu no o Aeroporto Internacional de Brasília
A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (5/9), uma operação no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek e prendeu 10 pessoas que usavam crianças para fazer migração ilegal nos Estados Unidos via México. Elas estavam com 8 crianças.
De acordo com a PF, o grupo falsificava os passaportes de crianças para que os presos se passassem por pais delas. A ideia era que, após a entrada ilegal no país norte-americano, o falso responsável pela criança se entregasse às autoridades locais. Mas, como a lei impede que o menor fique desacompanhado, ele não seria deportado imediatamente.
Os interessados em migrar para os EUA pagavam a casais para se passarem por pais das crianças. Durante as investigações, a PF constatou que uma das falsas mães passou a residir, durante mais de um mês, na residência de um casal para a criança se acostumar com a companhia dela.
A prática criminal é conhecida como “Cai-Cai”. Agora, os alvos da operação estão sendo investigados pelos crimes promoção da migração ilegal de menor de idade, falsificação de documentos, entre outros.

Você também pode querer ler