Pais que abusam de bebida podem provocar problemas cardíacos em bebês

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Pais que abusam de bebida podem provocar problemas cardíacos em bebês

Homens que tomam 5 doses de álcool ou mais por vez nos meses anteriores à concepção aumentam chances de terem filhos com defeitos no coração

StockSnap/PixabaySTOCKSNAP/PIXABAY

maioria dos estudos que relacionam os hábitos dos progenitores à saúde do bebê fala sobre a mãe. Mas, principalmente antes da fecundação, os pais precisam cuidar do próprio corpo para evitar problemas na prole.

Segundo pesquisa liderada por Jiabi Qin, professor da Escola de Saúde Pública de Xiangya e da Universidade do Centro-Sul, ambas na China, publicada no European Journal of Preventive Cardiology, o consumo de álcool pelo pai pode influenciar a probabilidade de o bebê nascer com problemas congênitos no coração. Pais que beberam mais de cinco doses a cada vez que consumiram álcool nos três meses anteriores à concepção têm 52% a mais de chances de que o filho apresente algum defeito cardíaco. Em mulheres que bebem, essa porcentagem é de 16%.

“Casais que querem ter filhos e bebem muito correm um alto risco. É um comportamento perigoso que não só pode aumentar a chance do bebê nascer com um problema no coração mas também pode trazer danos à própria saúde“, afirmou o pesquisador à CNN.

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Você também pode querer ler