O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O GUARÁ

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O GUARÁ

PPP DO CAVE

Teremos amanhã uma manifestação contra a PPP do CAVE.

Não podemos admitir a privatização de um espaço que foi idealizado para o lazer e desenvolvimento do esporte e da cultura, aonde os moradores e visitantes da cidade poderiam utilizar para terem seus momentos de harmonia e interação com os amigos, um lugar para desenvolver uma vida social para todos.

A privatização do Cave mostra um interesse de um grupo político que quer tirar  dos guaraenses  o direito de andar e viver em um lugar que é seu.

Em outas cidades do DF foram criados centros olímpicos que recebem diariamente centenas de pessoas com o interesse do desenvolvimento social, porque não aqui no Guará?

O que teremos que fazer para buscar e ter estes  projetos e estes princípios por aqui?

“O Programa Centros Olímpicos e Paralímpicos tem a finalidade de assegurar o atendimento socioeducativo por meio da prática esportiva, de ações transversais, sociorrecreativas e de lazer contribuindo, assim, para o pleno desenvolvimento humano.

A proposta do programa oferece uma alternativa diferente de vida usando atividades em que os valores como cooperação, solidariedade, pensamento crítico e autoestima propiciem enriquecimentos internos, transformando assim as expressões da sua conduta”.

Temos que evitar que se consolide esta privatização. A sociedade guaraense repudia esta situação que nos coloca fora de determinar e escolher a opção da maioria.

  Árvores caindo, sujeira na cidade, mato alto, falta de iluminação e buracos na cidade

Foi solicitada a atenção da administração do Guará e da Novacap em caráter de urgência a retirada de uma árvore que está em risco eminente de queda aonde pode desabar em cima do prédio do jardim de infância do Lúcio Costa, gerando uma insegurança total aos funcionários, professores, pais e alunos que temem ocorrer um acidente fatal no local.

A diretora do estabelecimento de ensino  a professora Ane santos  está apreensiva e espera resposta das autoridades e dos orgãos competentes para tal.

É inadmissível ficar esperando resolver uma questão que gera risco de vida das pessoas em locar de educação no DF.

A iluminação das quadras e das praças no Guará precisam ser renovadas, o MOVIMENTO – O GUARÁ MERECE RESPEITO fez três reuniões, assembleias populares aonde os moradores da cidade participaram demonstrando os problemas que vivem na cidade e relataram os descasos que sofrem com as solicitações não atendidas na administração da cidade e em instituições do GDF.

Na QE 40 continuam a descartar o lixo em lugares inapropriados e a administração não toma uma iniciativa para  orientação e determinar um local aonde todos possam dispensar seu lixo aonde não gere desconforto e prováveis doenças oriundas dos insetos e roedores no local. O Parque Dener  no Pólo de Moda continua com infestação de ratos para todos os lados.

Na primeira assembleia na QE 32, foi feita as pressas a limpeza da praça pela manhã no dia do encontro a noite, pelo menos conseguimos esta atitude da administração que a muito tempo os moradores da quadra e o comércio local solicitava.  A iluminação do local está precária a muito tempo e já foi feita reunião com a administradora e nada, esperamos a solução.

No Guará 1 na QI 11, notamos a falta de iluminação na praça, falta de cuidado com as árvores que chegam a afetar os fios de energia elétrica. Foi relatado também fatos que ocorrem com frequência  nas quadras, 5, 7 , 9 e 11 de roubos e furtos nas residências no comércio e pedestres. Aonde está a presença da segurança pública para coibir esta bandidagem? A falta de iluminação contribui para os bandidos se esconderem e fugir após seus delitos.

Por surpresa de todos depois de ser relatado pelo Movimento O GUARÁ MERECE RESPEITO, foi feita a melhoria da iluminação da praça ao lado do jardim de infância no Lúcio Costa mas o mato alto e a proliferação de insetos e roedores persiste, baratas, escorpiões e ratos andam tomando conta do local assim como no prédio do Pró Vitima ao lado, aonde rachaduras, infiltrações e da mesma forma os insetos e roedores frequentam o local aonde funcionários e pessoas que precisam do atendimento psicológico e assistência social sofrem com a convivência destes seres inoportunos.

SAÚDE NO GUARÁ

Foi relatado ao GUARÁ NEWS a falta de atenção e de profissionais na área da saúde no Guará, já não é novidade que as pessoas que procuram o pronto socorro do Hospital do Guará não conseguem atendimento, pelo contrário, são “convidados ” a se retirarem do local por motivo de falta de médicos e de que devem ter um encaminhamento de um posto de saúde.

Dna. Maria chegou ao Hospital do Guará com sua filha passando muito mal com dores nos rins e no corpo todo e não conseguiu atendimento e nos relatou o caso.

“[10:13, 14/01/2020]  Falaram que não iam atender ninguém, Que os médicos iam atender só quem tava internado
[10:14, 14/01/2020]  Eles falaram que só iam atender se tivesse um encaminhamento do posto”.

Nos  vários postos de saúde da cidade o problema é o mesmo e ainda tem a falta de remédios pontuais para problemas crônicos como hipertensão, diabetes e de controle emocional como ansiolíticos e tranquilizantes. Como ter encaminhamento para o hospital se não tem médicos para encaminhar? Quem procura pronto socorro precisa de pronto atendimento se não estes locais não podem ser chamados de PRONTO SOCORRO.

A população do Guará precisa de respostas destas e de muitas outras solicitações da comunidade guaraense para atenção aos moradores em todos seus aspectos, na área social e nos cuidados básicos com a cidade.

ALEXANDRE TORRES

REDAÇÃO GUARÁ NEWS

 

Você também pode querer ler