Muitos acidentes registram feriadão. Em quatro dias, foram registradas 23 colisões, confiram os números…

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Feriado: estradas que cortam DF registram mais mortes e acidentes

Em quatro dias, foram registradas 23 colisões, que deixaram 36 pessoas feridas e três mortas

CBMDF/DivulgaçãoCBMDF/DIVULGAÇÃO

F) divulgou, nesta segunda-feira (18/11/2019), o balanço dos acidentes registrados durante o feriado prolongado nas rodovias que cortam o Distrito Federal e Goiás. Entre a meia-noite de quinta-feira (14/11/2019) e as 23h59 de domingo (17/11/2019), foram 23 colisões, que deixaram 36 pessoas feridas e três mortas.

No mesmo período de 2018, ocorreram 21 acidentes, com 19 feridos e dois óbitos. Os dois acidentes com mortes foram registrados na DF-130 e na BR-040. Pai e filho perderam a vida no sábado (16/11/2019), após o carro em que estavam colidir de frente com outro veículo na DF-130, altura do Vale do Amanhecer (foto de destaque). O acidente ainda feriu outras duas pessoas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), Reinaldo Viana Gomes, 42 anos, e Gilberto de Azevedo Pereira, 35, precisaram ser transportados aos Hospitais Regionais de Planaltina (HRP) e Sobradinho (HRS), respectivamente. O primeiro apresentava suspeita de traumatismo cranioencefálico e fraturas nos membros inferiores. O passageiro, por sua vez, reclamava de dores e mostrava sinais de fratura nas pernas.

As vítimas que morreram foram uma criança de 5 anos, identificada apenas pelas iniciais C. A. L. S., e o motorista Gildásio Braga da Silva, de idade não informada. Os dois estavam em um Chevrolet Corsa, de placa CRE-2086. Há suspeita de que o garoto tenha sido arremessado para fora do veículo, pois não usava cadeirinha.

Na BR-040, duas pessoas morreram em um acidente na madrugada de domingo (17/11/2019). Cinco pessoas estavam no veículo. Um homem e uma mulher de aproximadamente 30 anos não resistiram aos ferimentos. Um rapaz de 17 ficou preso às ferragens e teve que ser retirado. Ele e as duas outras vítimas foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Marajó, em Valparaíso (GO).

Conforme os dados levantados nas rodovias federais que cortam o DF e Goiás, nos municípios do Entorno, houve um aumento significativo da fiscalização, sendo que o efetivo foi aumentado em 261%, em relação ao mesmo período de operação em 2018.

Durante a operação, a PRF abordou 5.222 veículos e 6.142 motoristas. Foram aplicadas 1.712 multas por motivos diversos como ultrapassagem proibida, falta do cinto de segurança, de cadeirinha, alcoolemia ao volante, recusa do teste de bafômetro, e uso indevido de celular.

REPRODUÇÃO/PRFReprodução/PRF

De acordo com a corporação, o período chuvoso e a imprudência dos motoristas contribuíram para esses números.

Alexandre Torres

com adaptações

para Guará News

Você também pode querer ler