Mobilidade no DF. MPDFT: principal reclamação de passageiros é sobre ônibus lotados

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

MPDFT: principal reclamação de passageiros é sobre ônibus lotados

Projeto Como Anda Meu Ônibus, do Ministério Público do Distrito Federal, mostra a avaliação dos usuários do sistema de transporte público

JP Rodrigues/Metrópoles
JP RODRIGUES/METRÓPOLES

 A lotação no transporte público rodoviário é a principal reclamação dos usuários do Distrito Federal e Entorno. A informação consta do primeiro relatório de auditoria cívica sobre o tema, um estudo desenvolvido pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e pelo Instituto de Fiscalização e Controle (IFC). Quase 70% dos entrevistados avaliaram a quantidade de passageiros como péssima, e outros 17%, como ruim.

O projeto intitulado Como Anda Meu Ônibus começou a ser desenvolvido em agosto e avaliará a opinião dos cidadãos que usam o transporte durante um ano. O objetivo é fomentar o controle social e subsidiar as políticas públicas do setor. Nessa primeira análise, foram entrevistadas 2 mil pessoas de 45 regiões do DF e Entorno. De maneira geral, 70% delas consideraram péssimo o sistema local.

A apresentação dos resultados ocorreu na tarde desta quinta-feira (21/11/2019) com as presenças da procuradora-geral de Justiça do Distrito Federal, Fabiana Barreto, do procurador distrital dos Direitos dos Cidadãos, Eduardo Sabo, da promotora de Justiça de Defesa do Patrimônio, Lenna Daher, e da coordenadora-executiva do IFC, Marjorie Lynn.

Você também pode querer ler