Matrículas para escolas públicas do DF vão até 1º de novembro

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Por G1 DF

Estudante de escola pública usa giz de cera para colorir desenho  — Foto: Pedro Ventura/Agência BrasíliaEstudante de escola pública usa giz de cera para colorir desenho  — Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Estudante de escola pública usa giz de cera para colorir desenho — Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A pasta também alerta que pais, responsáveis e estudantes não precisam ir até as escolas para garantir a vaga. A matrícula é feita pela internet ou por meio do telefone 156.

“Não adianta se inscrever nos dois canais – site e 156. Valerá apenas a primeira inscrição realizada”, explica o GDF.

Quando serão divulgados os resultados?

Os resultados serão divulgados no dia 19 de dezembro, no site da Secretaria de Educação. Somente em janeiro será necessário ir ao colégio para efetivar a matrícula, assegura a pasta.

Estudantes de escola pública do Distrito Federal — Foto: Mary Leal/Secretaria de EducaçãoEstudantes de escola pública do Distrito Federal — Foto: Mary Leal/Secretaria de Educação

Estudantes de escola pública do Distrito Federal — Foto: Mary Leal/Secretaria de Educação

Quem pode ser matriculado?

  1. As crianças com 4 anos de idade têm assegurado o direito à matrícula para ingressar no Primeiro Período da Educação Infantil;
  2. As crianças com 5 anos completos, ou a completar até 31 de março, têm garantido o ingresso no Segundo Período da Educação Infantil (pré-escola);
  3. Para ingressar no 1º Ano do Ensino Fundamental, a criança deve ter 6 anos de idade completos até o dia 31 de março do ano em que ocorrer a matrícula;
  4. A criança que completar 6 anos de idade após o dia 31 de março será matriculada na Educação Infantil.

    Quais são os documentos necessários para fazer a matrícula?

    Para fazer a matrícula é preciso ter os seguintes documentos:

    • CPF do estudante
    • CEP de onde mora ou do trabalho dos pais ou do responsável legal

    Também é preciso informar:

    • Nome completo do estudante
    • Data de nascimento do estudante
    • Nome da mãe, do pai ou do responsável legal
    • Telefone para contato
    • Ano pretendido da etapa de ensino

    Após terminar o prazo de inscrições, a Secretaria de Educação fará o cruzamento de dados entre as vagas disponíveis e as solicitações de matrícula.

    “Os novos estudantes serão alocados nas unidades mais próximas do endereço informado no momento da inscrição”, diz a Secretaria de Educação.

    A pasta aponta que é importante fazer o cadastro e não esperar pelas vagas remanescentes. “O aluno corre o risco de acabar matriculado em uma escola distante do endereço onde mora ou onde os pais ou responsáveis trabalham”, lembra a secretaria.

    Estudante em escola da rede pública de ensino do DF — Foto: Andre Borges/Agência Brasília

    Estudante em escola da rede pública de ensino do DF — Foto: Andre Borges/Agência Brasília

    Adaptações:

    Alexandre Torres

    Guará News

Você também pode querer ler