Irmã Dulce deverá ser proclamada Santa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Missa abre homenagens ao centenário de Irmã Dulce

 Irmã Dulce será proclamada santa em solene celebração de canonizações.

O novo milagre reconhecido tem relação com um homem  que dormiu cego e acordou  enxergando, após a interseção num momento de muito sofrimento. Ainda não foi  divulgado quem foi que recebeu a graça, nem de onde ele é e quando o caso ocorreu.

O Papa Francisco recebeu em audiência nesta segunda-feira, (dia 13/05), o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu e autorizou o Dicastério Vaticano a promulgar, nesta terça-feira (14/05), oito novos decretos, entre eles o que reconhece um milagre atribuído à intercessão da beata brasileira Dulce Lopes Pontes, conhecida como Irmã Dulce. E prevê a sua canonização em uma próxima solenidade.

Irmã Dulce é recordada como “O Anjo bom da Bahia”, por suas obras de caridade e de assistência aos pobres e necessitados. Religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, a beata nasceu em Salvador em 26 de maio de 1914 e ali faleceu em 22 de maio de 1992.

Irmã Dulce foi beatificada em 22 de maio de 2011. O primeiro milagre se trata da recuperação de uma paciente que teve uma grave hemorragia pós-parto e cujo sangramento subitamente parou, sem intervenção médica.

 

Fotos : obras sociais irmã Dulce.

Redação Guará News

 

 

Você também pode querer ler