IFB abre mais de 1 mil vagas em cursos de graduação pelo Sisu

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Por G1 DF

Campus Brasília do Instituto Federal de Brasília — Foto: IFB/DivulgaçãoCampus Brasília do Instituto Federal de Brasília — Foto: IFB/Divulgação

Campus Brasília do Instituto Federal de Brasília — Foto: IFB/Divulgação

O Instituto Federal de Brasília (IFB) abre, nesta terça-feira (21), 1.027 vagas gratuitas em cursos superiores de graduação. A seleção é por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU). Os interessados podem se candidatar até 24 de janeiro.

A inscrição deve ser feita no site do SISU e leva em consideração os resultados obtidos pelos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente a 2019.

As oportunidades são para 15 áreas (veja abaixo), em nove dos 10 campi do IFB – exceto na unidade do Recanto das Emas. A lista dos selecionados deve ser divulgada em 28 de janeiro.

Cursos de graduação:

  • Agroecologia
  • Automação Industrial
  • Eventos, Gestão Pública
  • Sistemas para Internet
  • Gastronomia
  • Design de Produtos
  • Ciência da Computação
  • Design de Moda
  • Logística
  • Biologia
  • Física
  • Geografia
  • Letras/Português
  • Matemática
  • Química

Quem pode participar

Segundo o edital, podem participar da seleção estudantes que já concluíram o Ensino Médio e que fizeram o Enem no ano passado.

Os cursos têm duração média de três anos e, após a conclusão, o aluno recebe a certificação de nível superior.

Estudante em biblioteca — Foto: Reprodução/PixabayEstudante em biblioteca — Foto: Reprodução/Pixabay

Estudante em biblioteca — Foto: Reprodução/Pixabay

Sisu

O Sisu é o sistema do Ministério da Educação (MEC) que reúne vagas de graduação em universidades públicas brasileiras. Para concorrer, é preciso ter feito o Enem e não ter tirado nota zero na prova de redação.

Com a nota no exame, os candidatos podem se inscrever para até duas opções de vaga. Durante o período de inscrição, o Sisu divulga notas de corte parciais, para os candidatos verificarem as chances de aprovação.

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Você também pode querer ler