Campanha imuniza 93% do público alvo

Campanha imuniza 93% do público alvo

Foram vacinados 190 mil idosos. Saúde espera alcançar mesmo nível na próxima fase

AGÊNCIA BRASÍLIA
A primeira semana de Campanha de Vacinação contra a gripe termina com saldo positivo no Distrito Federal. Até a manhã desta sexta-feira (27), 93% dos idosos foram imunizados, cerca de 190 mil pessoas com mais de 60 anos. Pouco mais de nove mil trabalhadores da saúde também receberam a vacina. A expectativa da pasta é que as próximas duas etapas da campanha, que vai até 22 de maio, tenha a mesma adesão.
“Isso é um marco. Nunca houve, na história do DF, uma cobertura tão ampla de vacinação como essa. Aproveito para agradecer a todos os profissionais de saúde que estiveram envolvidos e pedir a compreensão da população para que sigam as orientações e o cronograma da Secretaria de Saúde, pois estamos recebendo as doses de forma gradativa”, diz o secretário de Saúde, Francisco Araújo.
A pasta priorizou os idosos e profissionais de saúde, na primeira fase da campanha, em razão da fragilidade deste público. A partir de 16 de abril, serão incluídos professores, profissionais das forças de segurança e salvamento e portadores de doenças crônicas. “Também vamos incluir neste público os cerca de três mil jornalistas do DF nesta fase”, anunciou Francisco Araújo.
No dia 9 de maio, inicia a fase para crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indígenas, jovens em medida socioeducativa e população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. “Neste ano, o Ministério da Saúde também incluiu, nesta fase, pessoas com idade entre 55 e 59 anos”, destacou o secretário adjunto de Assistência, Ricardo Tavares.
A meta da campanha é vacinar 912.914 pessoas dentro de todo o público-alvo. A estimativa é que o Ministério da Saúde envie, de forma gradativa, um total de 1.015.600 doses ao Distrito Federal. Até agora, já foram entregues 352.800 doses.
“Esperamos ter uma sobra para abrir a vacinação para mais pessoas ao final da campanha que, à princípio, vai até 22 de maio e não precisará ser estendida”, diz Ricardo Tavares.
SEGUNDA FASE 
De acordo com Ricardo Tavares, nesta segunda fase não será mais utilizado o sistema drive-trhu. “Foi um recurso usado para ajudar a população idosa, pois muitas pessoas nessa faixa etária têm dificuldade de locomoção. Além disso, esperar numa fila de carros, mas mantendo o isolamento dentro do automóvel, ajudou a proteger essas pessoas com relação ao coronavírus”, destaca o secretário-adjunto.
De acordo com o secretário de Saúde, Francisco Araújo, o  Ministério da Saúde enviou ao DF 216 mil doses de vacina, na terça-feira (25). “A próxima remessa está prevista para 7 de abril, porém, estou em conversa com o ministério para que a gente consiga antecipar a chegada”, adianta o secretário. Ele diz que, se a população respeitar as fases da campanha, não faltará vacina.
“Tivemos atraso na entrega essa semana, devido ao cancelamento de voos e as doses precisaram vir por transporte terrestre e isso acabou provocando atraso. Mas, mesmo com isso, não houve prejuízo na vacinação. Contamos com o trabalho árduo dos servidores, que vacinaram sob chuva e a noite”, lembra Ricardo Tavares.
*Com informações da Secretaria de Saúde
Adaptações: Alexandre Torres
Guará News
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email