Voltam ás aulas estudantes do 1º ao 5º ano da rede pública , aulas presenciais

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Por G1 DF

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Sala de aula de escola pública do DF, no retorno presencial da Educação Infantil — Foto: TV Globo/Reprodução

Sala de aula de escola pública do DF, no retorno presencial da Educação Infantil — Foto: TV Globo/Reprodução

As atividades, nos colégios, estavam suspensas desde março de 2020, por causa da pandemia de Covid-19. De acordo com a Secretaria de Educação, as turmas foram divididas, e o retorno será feito no modelo híbrido: a cada semana, um grupo de estudantes tem aula presencial, enquanto o outro faz as atividades em casa.

Conforme a pasta, o lanche será em horário alternado entre as turmas. As refeições serão servidas em mesas com distanciamento entre os estudantes.

Na segunda-feira (2), voltaram os professores. Na quinta (5), voltaram os alunos da Educação Infantil.

As demais turmas têm volta presencial marcada para as seguintes datas:

  • 16 de agosto: retorno dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e do 2º e 3º segmentos do EJA
  • 23 de agosto: retorno dos alunos do Ensino Médio e da Educação Profissional e Tecnológica
  • 30 de agosto: retorno de todos os demais atendimentos (Escolas de Natureza Especial, CILs, Centros de Ensino Especial e demais atendimentos)

 

Orientações da Secretaria de Educação

 

Estudante mede temperatura na entrada de escola pública no Paranoá (DF) — Foto: Luiza Garonce/G1

Estudante mede temperatura na entrada de escola pública no Paranoá (DF) — Foto: Luiza Garonce/G1

Segundo a Secretaria de Educação do DF, os estudantes vão encontrar as salas de aula com cadeiras e mesas mais distantes umas das outras e o uso de máscara é obrigatório. Na entrada, todos terão a temperatura aferida e deverão higienizar as mãos.

Antes que o estudante saia de casa, a pasta listou uma série de orientações para os pais e responsáveis:

  1. Verificar, se possível, a temperatura do estudante
  2. Avaliar a existência de sintomas, como febre acima de 37,8⁰, coriza, tosse, dor na garganta e diarreia
  3. Conversar sobre a importância do uso adequado e cuidados com a máscara
  4. Orientar quanto aos cuidados com os pertences individuais e sobre higienizar/desinfectar esses objetos
  5. Lembrar a criança de higienize as mãos várias vezes ao dia
  6. Impedir que estudantes com sintomas, mesmo que fracos, de resfriado ou gripe, compareçam à escola

    A secretaria também pede que os estudantes levem para a escola os seguintes itens:

    1. Máscara de proteção que deve ser usada para cobrir a boca e o nariz
    2. Material didático
    3. Garrafinha ou copo para beber água

     

    Dentro da escola, as recomendações são:

    1. Usar permanentemente a máscara de proteção contra Covid-19
    2. Evitar tocar olhos, nariz e boca
    3. Respeitar o distanciamento das mesas e cadeiras
    4. Higienizar sistematicamente as mãos por meio da lavagem com água e sabão ou do uso de álcool 70%
    5. Não compartilhar objetos de uso pessoal, tais como: máscaras, talheres, pratos, copos ou garrafas
    6. Não compartilhar objetos pedagógicos individuais, tais como: caneta, lápis, borracha, régua, caderno, brinquedos e jogos dentre outros
    7. Manter as salas de aula abertas e arejada;
    8. Evitar abraços, beijos e apertos de mãos
    9. Evitar contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto

Você também pode querer ler