MPF abre vagas de estágio para alunos de graduação e pós-graduação em Brasília; veja detalhes

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Por G1 DF

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News


Prédio da Procuradoria Geral da República, em Brasília — Foto: Vianey Bentes/TV Globo

Prédio da Procuradoria Geral da República, em Brasília — Foto: Vianey Bentes/TV Globo

O Ministério Público Federal (MPF) abriu uma seleção para vagas de estágio para alunos de graduação e pós-graduação, em seis áreas, em Brasília. As oportunidades são para início imediato e cadastro reserva, e as inscrições estão abertas entre os dias 1º e 14 de julho, pelo site.

As vagas estão divididas em:

  • Administração (graduação): 4 vagas para início imediato; formação de cadastro reserva
  • Jornalismo (graduação): formação de cadastro reserva,
  • Publicidade e propaganda (graduação): 1 vaga para início imediato; formação de cadastro reserva
  • Direito (graduação): 5 vagas para início imediato; formação de cadastro reserva
  • Direito (pós-graduação): formação de cadastro reserva
  • Engenharia civil (graduação): 1 vaga para início imediato; formação de cadastro reserva
  • Tecnologia da informação – suporte técnico (graduação): 1 vaga para início imediato; formação de cadastro reserva
  • Tecnologia da informação – redes (graduação): 1 vaga para início imediato; formação de cadastro reserva

 

Em todos os casos, a jornada é de 20 horas semanais. Para os alunos de graduação, a bolsa é de R$ 850, mais R$ 7 de auxílio-transporte por dia trabalhado. Já os estudantes de pós-graduação ganham R$ 1,7 mil, mais o mesmo benefício.

A íntegra do edital de seleção está disponível no site. Há reserva de vagas para pessoas autodeclaradas negras, de minorias étnicas, ou portadores de deficiência. Os candidatos precisam passar por prova objetiva, que será realizada pela internet nos dias 22 e 23 de julho.

  • Documento de identidade com foto;
  • CPF;
  • Declaração de escolaridade expedida pela instituição de ensino conveniada, informando que o aluno está regularmente matriculado. O documento deverá conter assinatura digital ou código de autenticidade;
  • Laudo médico no caso de o candidato se declarar com deficiência;
  • Declaração específica, devidamente preenchida, para participar da seleção pelo sistema de cotas raciais;
  • Declaração específica, devidamente preenchida, para participar da seleção pelo sistema de minorias étnico-raciais.

Você também pode querer ler