mais uma ação solidária da primeira dama do DF, entidade filantrópica será beneficiada com doações

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Entidade filantrópica será beneficiada com doações

Por indicação da primeira-dama Mayara Noronha, a Associação Beneficente Cristã Mãos Solidárias receberá recursos oriundos das vendas do leilão GPS Foundation

JÉSSICA ANTUNES, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

Com apoio do Governo do Distrito Federal, a Associação Cristã Mãos Solidárias estará entre as entidades beneficiadas pelo segundo leilão GPS Foundation.  A indicação foi feita na noite de quarta-feira (2) pela primeira-dama Mayara Noronha, durante um evento destinado a arrecadar recursos para ações de caridade. Do encontro participaram empresários, filantropos, artistas e representantes do GDF e da sociedade brasiliense.

“É uma associação tão linda, tão simples, que vive de voluntariado e acolhe crianças e adolescentes de famílias que vivem em extrema vulnerabilidade”, destacou Mayara, patronesse da solenidade. “Esta é oportunidade de melhorar a vida de quem realmente precisa, unindo forças de toda a sociedade civil. A sociedade só faz sentido se todo mundo trabalhar em conjunto, e a humanidade precisa disso.”

Esta é oportunidade de melhorar a vida de quem realmente precisa, unindo forças de toda a sociedade civil. A sociedade só faz sentido se todo mundo trabalhar em conjunto, e a humanidade precisa dissoMayara Noronha, primeira-dama do DF

Projetos sociais

A Associação Mãos Solidárias é uma organização sem fins lucrativos instituída em 2013, no Sol Nascente, quando o local ainda nem era uma região administrativa (RA). Por meio de ações educativas, esportivas e profissionalizantes, promove lazer e qualidade de vida entre os moradores. Com a iniciativa de ser incluída entre beneficiárias do leilão GPS Foundation, a entidade poderá contar com recursos de forma contínua ao longo de 2020.

Os projetos sociais da Mãos Solidárias têm como público-alvo crianças a partir de quatro anos e adolescentes – bem como suas famílias – que enfrentam situação de extrema pobreza e risco social. Por meio de programas baseados numa proposta pedagógica alinhada à assistência social, os projetos atendem diretamente mais de 210 pessoas.  “Ela [a associação] oferece oportunidades para uma vida digna em uma realidade de dependência química e violência familiar”, resumiu a primeira-dama.

Você também pode querer ler