Inscrição para cursos gratuitos de robótica. Podem participar jovens de 12 a 20 anos de escolas públicas do DF

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Projeto Include abre inscrição para cursos gratuitos de robótica

Bsb, 19.08.2021

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Podem participar jovens de 12 a 20 anos de escolas públicas do DF. Aulas são presenciais e on-line

AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: ROSUALDO RODRIGUES

Estão abertas até o próximo dia 28 de agosto as inscrições para os laboratórios do Projeto Include, realizado pelo Instituto Campus Party em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O Include tem o objetivo de promover a inclusão social e econômica para jovens de comunidades carentes, que não têm acesso à educação tecnológica.

Os laboratórios do Include são projetados para oferecer cursos à população com metodologia e linguagem de software e hardware | Foto Divulgação/ICP

O projeto leva a esses jovens o conhecimento das novas tecnologias e abre oportunidades de ingresso ao mundo digital, estudos e mercado de trabalho por meio de laboratórios instalados em comunidades de baixa renda. Eles são projetados e equipados para oferecer, gratuitamente, à população cursos com metodologia e linguagem de software e hardware.

As aulas são on-line ou presenciais. “Com a pandemia, preparamos nossos profissionais para que pudessem levar conhecimento, por meio do ensino da robótica, computação e programação para esses jovens dentro das suas comunidades, mesmo à distância”, explica Francesco Farruggia, presidente do Instituto Campus Party.

“O Include traz oportunidade de inclusão e faz a tecnologia e a inovação chegarem onde dificilmente chegariam”Gilvan Máximo, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF

Estão abertas inscrições para laboratórios em Itapoã, Paranoá, Água Quente, Gama, Santa Maria, Café sem Troco, Recanto das Emas, Sol Nascente, Ceilândia, Estrutural, Biotic (apenas on-line) e Samambaia. Em Santa Maria, serão atendidos presencialmente 75 jovens em cumprimento de medida socioeducativa de internação, na Unidade de Internação de Santa Maria (UISM).

Esse será o primeiro laboratório de tecnologia do Include dentro de um centro de internação. “Queremos promover a socioeducação digital desses jovens e prepará-los para o mercado de trabalho”, afirma Sidiane Zanin, diretora do Projeto Include.

“O Include traz oportunidade de inclusão e faz a tecnologia e a inovação chegarem onde dificilmente chegariam”, ressalta o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Gilvan Máximo. No Distrito Federal, a iniciativa também tem apoio do Sebrae-DF.

Além do DF, o Projeto Include já conta com instalações em Santa Catarina, Rio Grande do Norte e Bahia, e outros em fase de implantação no Rio de Janeiro, Amazonas e Rio Grande do Sul. O plano é implementar até 10 mil laboratórios, impactando adolescentes de todo o Brasil por meio da tecnologia.

As vagas para os laboratórios são limitadas e podem ser feitas pelo site do Instituto Campus Party.

*Com informações da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF

Você também pode querer ler