Fraude – Mais de 21.000 pessoas mortas votaram no estado da Pensilvânia

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Há pelo menos 21.000 pessoas mortas e que votaram no estado da Pensilvânia, de acordo com uma ação alterada apresentada na quinta-feira.

Uma ação judicial movida pela Public Interest Legal Foundation (PILF) alega que há pelo menos 21.000 pessoas mortas nos registros de eleitores ativos da Pensilvânia. O processo alega que a Pensilvânia falhou em “manter razoavelmente” seus registros de registro de eleitores sob a lei federal e estadual a tempo das eleições presidenciais de 2020.

“Até 7 de outubro de 2020, pelo menos 9.212 inscritos estão mortos há pelo menos cinco anos, pelo menos 1.990 inscritos estão mortos há pelo menos dez anos e pelo menos 197 inscritos estão mortos há pelo menos vinte anos”, diz a ação judicial.

“A Pensilvânia ainda deixou os nomes de mais de 21.000 pessoas mortas nos registros eleitorais menos de um mês antes de uma das eleições gerais mais imporantes para os detentores de cargos federais em muitos anos”, continua o processo.

Fonte: https://www.breitbart.com/politics/2020/11/05/lawsuit-at-least-21k-dead-people-on-pennsylvania-voter-rolls/
foto: JOHN BINDER

Por wesley Moreira

Você também pode querer ler