Filho desnaturado maltrata mãe e provoca morte da pró genitora no DF

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Por Sthefanny Loredo e Walder Galvão, TV Globo e G1 DF

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Mãos de pessoa idosa, em imagem de arquivo — Foto: Cristian Newman/Unsplash/Divulgação

Mãos de pessoa idosa, em imagem de arquivo — Foto: Cristian Newman/Unsplash/Divulgação

Uma idosa de 80 anos morreu, nesta quarta-feira (28), vítima de maus-tratos. De acordo com a Polícia Civil, o filho dela, de 57 anos, foi preso como suspeito, no dia seguinte ao óbito da mãe. A mulher morava em um apartamento no Sudoeste, em Brasília.

Segundo o delegado Douglas Fernandes, da 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro Velho), a vítima foi hospitalizada em estado grave e morreu horas depois.

“Ela estava debilitada, com escaras [feridas que aparecem em pessoas que ficam muito tempo na mesma posição] pelo corpo, desnutrida e inconsciente.”

Os policiais chegaram até o suspeito após comparecerem ao hospital e notarem que o quadro clínico da vítima era compatível com maus-tratos.

Situação de casa de idosa vítima de maus-tratos, no DF — Foto: PCDF/Divulgação

Situação de casa de idosa vítima de maus-tratos, no DF — Foto: PCDF/Divulgação

Em seguida, ainda de acordo com o delegado, os agentes deram início à investigação para localizar o filho da vítima. A vítima foi levada a um hospital particular no Cruzeiro pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. O filho entrou em contato com o porteiro do prédio e pediu para ele acionar o socorro.

“Após diversas diligências, foi possível localizá-lo [filho] e realizar a sua prisão em flagrante”, informou o delegado.

Lixo acumulado e até cachorro morto

Na casa onde o suspeito morava com a mãe, segundo Douglas, havia lixo acumulado, objetos fora do lugar, fezes e urina no colchão onde a vítima dormia (veja vídeo acima). Um cachorro morto também estava na residência.

Os policiais apreenderam ainda munições no imóvel. O suspeito foi preso pelos crimes de maus-tratos com o agravante de morte, além de posse irregular de munição. Caso condenado, ele pode cumprir pena de 5 a 15 anos de prisão.

Munições apreendidas em casa de filho suspeito de maltratar mãe no Sudoeste, em Brasília — Foto: PCDF/Divulgação

Munições apreendidas em casa de filho suspeito de maltratar mãe no Sudoeste, em Brasília — Foto: PCDF/Divulgação

Único parente no Brasil

 

O delegado disse ainda que a vítima era alemã naturalizada brasileira, e o filho era o único parente da mãe no Brasil.

“A casa apresentava aspecto degradante. Havia muito lixo acumulado, fezes e odor muito forte”, comentou o delegado.

 

Casa de idosa vítima de maus-tratos cometidos pelo próprio filho, no Sudoeste, em Brasília — Foto: PCDF/Divulgação

Casa de idosa vítima de maus-tratos cometidos pelo próprio filho, no Sudoeste, em Brasília — Foto: PCDF/Divulgação

O suspeito foi levado à carceragem da Polícia Civil. Agora, ele está à disposição da Justiça, segundo a corporação.

Você também pode querer ler