Dicas saudáveis para quem gosta de comer fora de casa

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Dicas saudáveis para quem precisa comer fora de casa

Conseguir se programar, saber comprar e ter foco são pontos importantes para quem não quer ceder às opções encontradas na rua

Movida pela falta de tempo, mais da metade da população do Brasil (53%) tem o hábito de se alimentar fora de casa. O gasto médio é de R$ 750 por ano com o consumo de comidas e bebidas em padarias, lanchonetes, restaurantes e bares. Os dados são da consultoria internacional Kantar Worldpanel.

Segundo uma pesquisa da Fiesp/Ibope, o brasileiro busca alimentação fácil e rápida. A preferência é pelos restaurantes a quilo (27%), depois aparecem as lanchonetes ou redes de fast food (19%). O almoço é a refeição menos praticada em casa.

Nada contra a conveniência de cada um, mas comprar comida na rua, além de caro, pode ser um hábito ruim para a saúde. É mais difícil manter uma dieta equilibrada e assegurar-se sobre a qualidade e a higienização dos alimentos consumidos. Como, na maioria das vezes, comer fora não é uma questão de escolha, convidamos a nutricionista Marina Melo, do Instituto de Nutrição, para sugerir algumas dicas que facilitem a rotina de quem almoça longe de casa.

Saiba se servir em buffet
“Em restaurantes, é importante ficar atento à qualidade e à quantidade dos alimentos que vão compor o prato. Priorize legumes, saladas e, só depois, complete o prato. Ao escolher a carne, procure não colocar opções com ossos, como coxa de frango, bisteca de porco, rabada, porque elas pesam muito no prato e encarecem a conta final.”

Boas dicas para comer bem:

Plataforma do chopp restaurante – 

Flamingo Shopping – Cidade do Automóvel

Ligue  e faça sua reserva: 61.  99219.1111 / 3363.9045

Pettit restaurante –  

Rua 4 Pólo de Moda – QE 40.  Guará 2

Reservas: 61. 3201.1110

Você também pode querer ler