Chuva não espantou o público. 50ª Corrida de Reis reúne 22 mil pessoas

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

50ª Corrida de Reis reúne 22 mil pessoas

Chuva não impediu famílias de prestigiarem o evento. De acordo com secretário de Esporte e Lazer, Brasília se prepara para organizar a maior corrida de rua do pais

AGÊNCIA BRASÍLIA*

Uma festa para esportistas profissionais e amadores. Assim, pode ser considerada a 50a. edição da Corrida de Reis. A tradicional prova do atletismo de rua brasiliense foi realizada nesse sábado (25) e contou com a participação de 22 mil pessoas, entre inscritos e pipoca (o pessoal que acompanha o trajeto correndo, mesmo sem ter feito a inscrição). Foi um sucesso de público e organização.

Aos 19m09s, Gabriel da Costa Moreira, 22 anos, cruzou a linha de chegada e conquistou a prova de 6km. Pouco tempo depois, aos 23m57, Carmem Silva foi a primeira mulher a completar os 6km da competição. “É inexplicável chegar em primeiro lugar, uma sensação de dever cumprido. A largada foi sensacional, com tanta gente. E foi muito bom correr na chuva porque ajuda na hidratação”, contou a vencedora, moradora de Candangolândia.

Já na prova de 10km, Antônio Lima e Lorena Alves foram bicampeões. O atleta, que terminou a prova em 30m30s, aprovou a estrutura da edição de 2020. “Estou muito feliz com o bicampeonato. E recomendo que todo mundo pratique a corrida, já que a modalidade ajuda na qualidade de vida e é democrática, afinal o atleta não precisa de muita coisa para correr. É um dos esportes que mais cresce no Brasil”, disse o campeão, morador de Ceilândia. Lorena Alves finalizou a prova em 38m46s. “O percurso foi bem tranquilo. Esta é a melhor corrida da cidade”, disse.

Medalhas
O evento deu largada às 16h, com a Corrida Mirim, no estacionamento do Estádio Mané Garrincha, sendo seguida pela versão adulta, que teve início às 19h, no Eixo Monumental. Todos os inscritos ganharam medalhas de participação e os melhores colocados foram agraciados com medalhas especiais e troféus.

Pela primeira vez, o vigilante Jorge Maicon, 34 anos, levou sua filha Gabriela, de 4 anos, ao evento esportivo. E ainda aproveitou para correr 10km na etapa adulta. “Esta é a sexta vez que eu corro e, neste ano, consegui inscrever minha filha. Então, vamos todos aproveitar essa corrida, que já virou tradição. E é uma grande festa”, afirmou. A professora Sheila Carolina, 43 anos, correu ao lado dos dois filhos. “Este ano a organização está de parabéns. Estamos muito felizes”, confessou.

Para o secretário de Esporte e Lazer, Leandro Cruz, o evento esportivo combina lazer, saúde e alegria. “A Corrida de Reis foi um sucesso, respeitando os horários, filas zero na entrega de kits e com segurança para todos os lados. Foi um grande evento para curtir em família. Foi extremamente emocionante. No próximo ano, queremos fazer um evento maior. Brasília se prepara para organizar a maior corrida de rua do pais”, contou.

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Você também pode querer ler