Home / Cidades / Setembro amarelo. Governo na campanha de prevenção ao suicídio
Últimas Notícias

Setembro amarelo. Governo na campanha de prevenção ao suicídio

Governo na campanha de prevenção ao suicídio

Em alusão ao Setembro Amarelo, Secretaria de Economia promove seminário virtual e lança cartilha educativa

AGÊNCIA BRASÍLIA * | EDIÇÃO: CHICO NETO

Dez de setembro é data marcada pelo Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Durante todo o mês, no Brasil, são promovidas ações de conscientização na campanha Setembro Amarelo. No Governo do Distrito Federal, a Secretaria Executiva de Valorização e Qualidade de Vida (Sequali), da Secretaria de Economia, fará um webinário (seminário virtual) para alertar e orientar os servidores e a população sobre o tema.

A programação começa amanhã (14), com o lançamento da cartilha de prevenção ao suicídio. Serão três dias de eventos, com palestras transmitidas pelo canal da pasta no Youtube.  Por meio da Escola de Governo (Egov), a secretaria também vai promover um novo curso a distância – Felicidade e realização pessoal – para trabalhar fatores de proteção ao suicídio. As aulas serão ministradas entre os dias 21 e 25 deste mês, das 9h30 às 11h30, com vagas limitadas (50).

Informação e prevenção

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 90% dos suicídios poderiam ser evitados. É no que aposta a titular da Sequali, Adriana Faria, ao destacar que um dos objetivos das ações é promover a reflexão sobre a responsabilidade compartilhada no contexto da prevenção ao suicídio. “A saúde mental tem de ser uma preocupação pessoal, da família, da instituição e do Estado”, pontua.

Pesquisas recentes da OMS apontam que 1 bilhão de pessoas sofrem de algum transtorno mental e que, a cada 40 segundos, alguém tira a própria vida. O número de tentativas é 20 vezes maior do que o de suicídios. Embora as causas sejam multifatoriais, quando o paciente apresenta algum transtorno mental sem tratamento adequado, há uma chance maior de ocorrer a tentativa.

Palestras e acolhimento

Nas palestras do webinário, serão abordados vários temas relacionados à saúde mental, com orientações de quando as pessoas devem buscar ajuda especializada. No Distrito Federal, existem vários canais de apoio psicológico, como as unidades do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e o Centro de Valorização da Vida (CVV), que também pode ser acessado pelo telefone 188.

As unidades básicas de saúde (UBSs) atuam na atenção primária e podem fazer o acolhimento e acompanhamento de casos mais leves, além do encaminhamento aos ambulatórios, quando necessário. Em situações urgentes, a indicação é acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) pelo telefone 192, ou os serviços de emergência – unidades de pronto atendimento (Upas) e pronto-socorro dos hospitais.

Conheça o trabalho

Acesse a cartilha.
Para se inscrever no curso, entre no site da Egov.
A Secretaria de Economia também dispõe de acolhimento psicológico on-line aos servidores do GDF. Mais informações podem ser solicitadas pelo e-mail plantao.saudemental@economia.df.gov.br

Confira, na arte abaixo, a programação para as atividades deste mês.

Arte: Secretaria de Economia

Adaptações: Alexandre Torres
Guará News

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*