Home / Cidades / Sejus promove ações contra preconceito e para proteger crianças no Carnaval
Últimas Notícias

Sejus promove ações contra preconceito e para proteger crianças no Carnaval

Sejus promove ações contra preconceito e para proteger crianças no Carnaval

Iniciativa é realizada em parceria com a Polícia Civil do DF

AGÊNCIA BRASÍLIA *

O Distrito Federal já entrou no clima de Carnaval. Para conscientizar as pessoas a aproveitar a folia sem preconceito e sem violência, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), em parceria com outras instituições, promove a campanha Unidos da Diversidade – Carnaval Sem Preconceito, Sem Racismo e Sem LGBTfobia. Materiais como cartazes e vídeos já estão em circulação no transporte público, no aeroporto e outros locais do DF, bem como serão distribuídos em blocos carnavalescos.

A ação é realizada em parceria com a Polícia Civil do DF, por intermédio da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa, por Orientação Sexual, contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin); o Núcleo de Direitos Humanos do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT); e a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Legislativa do DF (CLDF).

Leia também

Carnaval em Brasília: de bailes em clubes a blocos de rua

Carnaval 2020: palco ‘Brasília 60’ promete animar a folia

Parques ecológicos, uma opção de lazer no Carnaval do DF

Os materiais de campanha divulgam também os canais de denúncia: 197 da Polícia Civil do Distrito Federal; Disque 100; Ouvidoria 162 do GDF; e Disque 127, da Ouvidoria do MPDFT. As atividades seguem até o dia 29 de fevereiro.

Proteção das crianças

A segurança dos pequenos foliões também é uma prioridade para a Sejus, órgão responsável pelas políticas de promoção dos direitos de crianças e adolescentes no DF. Para facilitar a vida das famílias e aumentar a proteção à criançada, todos os postos do Na Hora estão distribuindo identificação infantil, das 7h30 às 18h30, até o dia 20 de fevereiro. Também é possível fazer a impressão em casa. O modelo de identificação está disponível no site da Polícia Militar.

Adesivos e pulseiras para identificação de crianças também serão distribuídos no Bloco da Baratinha, neste domingo (23), no Parque da Cidade, durante ação das equipes da Sejus para conscientização dos pais.

Outro problema que precisa ser combatido é a exploração do trabalho infantil no Carnaval. Em conjunto com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), a Sejus realiza ação de sensibilização sobre a importância de denunciar essa prática.

Enfrentamento ao uso de drogas

A Sejus realizou, na última semana, a ação “Carnaval na Moral” em escolas da rede pública, com foco na prevenção à violência e ao uso indevido de drogas durante os dias de folia. A iniciativa foi organizada pelas subsecretarias de Enfrentamento às Drogas (Subed) e de Apoio a Vítimas de Violência (Subav).

A ação conscientizou estudantes sobre os seguintes temas: respeito a todas as pessoas, independentemente de raça, credo, cor, identidade de gênero; a Lei de Importunação Sexual (Lei nº 13.718, de 2018); a garantia de Direitos Humanos e sua aplicação em caso de violência. Também foram abordados temas relacionados ao uso e ao abuso de álcool e outras drogas (lícitas e ilícitas) no Carnaval, bem como a rede de proteção disponível no DF em caso de violência e violação de direitos, como o Pró-Vítima, que faz atendimento psicossocial às vítimas de violência e também a seus familiares.

Entre as dinâmicas desenvolvidas nesta ação das escolas, destaca-se a apresentação de uma paródia, criada pela Subed e pela Subav, com base em um dos hits mais tocados na atualidade. A música fala sobre assédio e uso de drogas.

 

* Com informações da Secretaria de Justiça

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*