Home / Cidades / Liquida DF, consumidor deve se planejar e pesquisar Liquida DF e Semana do Brasil ocorrem entre esta sexta-feira (06/09/2019) e 15 de setembro. Especialistas dão dicas para evitar problemas
Últimas Notícias

Liquida DF, consumidor deve se planejar e pesquisar Liquida DF e Semana do Brasil ocorrem entre esta sexta-feira (06/09/2019) e 15 de setembro. Especialistas dão dicas para evitar problemas

Com início de promoções no DF, consumidor deve se planejar e pesquisar

Liquida DF e Semana do Brasil ocorrem entre esta sexta-feira (06/09/2019) e 15 de setembro. Especialistas dão dicas para evitar problemas

Igo Estrela/MetrópolesIGO ESTRELA/METRÓPOLES

em grandes datas comemorativas, além do Dia da Independência, o comércio costuma ver setembro passar com poucas vendas. A dificuldade dessa época do ano soma-se ao pessimista cenário econômico do país. Só nos três primeiros meses deste ano, o Distrito Federal teve mais negócios encerrados que abertos. De acordo com dados da Fecomércio-DF, 107 empreendimentos fecharam as portas no primeiro trimestre de 2019.

Em busca de uma solução para o mês de poucas vendas, lojas da capital participam de duas campanhas: o Liquida DF e a Semana do Brasil. A última foi lançada pelo governo federal na segunda-feira (02/09/2019). As duas iniciativas ocorrem entre esta sexta-feira (06/09/2019) e o dia 15 de setembro. Com isso, a expectativa é de que produtos sejam vendidos com descontos de até 70%.

A Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) tem perspectivas altas para o período. “As projeções são de que as vendas cresçam em até 40% com as promoções”, aponta o presidente da CDL, José Carlos Magalhães Pinto.

O Liquida DF, que conta com a participação de mais de 6 mil lojas, aconteceria na segunda quinzena de setembro. Entretanto, foi alterada para coincidir com a Semana do Brasil, que também tem como objetivo aquecer a economia. Nesse caso, no site da campanha federal estão cadastradas cerca de 80 lojas com promoções e descontos no DF; outras 10 oferecem produtos exclusivos.

Sem consumismo

Sheila Gomes, 57 anos, costuma aproveitar às épocas de promoção nas lojas para comprar algo que já estava de olho. “Mas confesso que comprei muita coisa que não precisava também”, afirma a funcionária pública aposentada.

Ultimamente, no entanto, Sheila afirma que mudou o comportamento. “Eu comprava na promoção e não sabia o preço real do produto. Comprei uma televisão que, se eu tivesse pesquisado, teria visto que não era uma promoção de verdade”, conta. Em compensação, hoje, ela pesquisa antes de sair de casa. Com a atitude, a funcionária pública conta que evitou compras que não seriam tão vantajosas.

O comportamento é defendido por especialistas. Planejar a compra e fazer uma pesquisa de preços são duas recomendações básicas dadas pelo Procon-DF. “Quando sabe o que realmente quer e precisa e o quanto tem para gastar, o consumidor consegue fazer uma compra consciente, sem cair em cilada ou propaganda enganosa”, afirma Vanessa Pereira, diretora jurídica do órgão.

Leonardo Bessa, procurador do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e professor de Direito do Consumidor, aconselha o cliente a ficar atento às condições da oferta para evitar problemas. Como aquelas que aparecem nas letras pequenas em folhetos de promoção. A fim de garantir o preço anunciado, o consumidor também pode tirar foto da oferta e cobrá-la do gerente, caso não encontre o mesmo preço ao chegar na loja.

Em caso de dificuldades, Bessa afirma que o consumidor deve tentar resolver primeiro com o próprio fornecedor. Caso não haja uma solução, o Procon deve ser acionado pelo telefone 151 ou pelo e-mail 151@procon.df.gov.br. Em situações com grandes lojas, Bessa recomenda o uso da plataforma Consumidor.gov.br. “São 600 empresas cadastradas para resolver problemas. O índice de resolução é muito grande”, explica.

Novidades

Neste ano, o GDF vai dobrar os créditos do programa Nota Legal durante os dias de promoção, passando dos atuais 20% para 40% dos impostos pagos. E há um atrativo a mais: no aplicativo Winky, os consumidores que fizerem compras acima de R$ 50 nas lojas participantes do Liquida DF poderão participar do sorteio de 20 prêmios — entre eles, um carro e nove motos.

Assim, a carona do DF na campanha nacional traz boas expectativas, afirma o presidente do Sindivarejista-DF, Edson de Castro. “Pela primeira vez, o comércio terá horário normal no feriado de 7 de Setembro”, conta. Assim, nas ruas, as lojas estarão aberta das 8h às 18h; e nos shoppings, das 10h às 22h. As lojas participantes são identificadas pelo selo da campanha.

para o Portal Guará News

C/ adaptações

Alexandre Torres

Fique ligado
  • Verifique as promoções antecipadamente em folhetos e encartes. Isso evita as compras por impulso e obriga o fornecedor a cumprir o preço prometido, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor;
  • Não faça as compras apressadamente. O cuidado deve ser dirigido à verificação do estado do produto, funcionamento e conteúdo;
  • Note se acompanha o manual de instruções e o certificado de garantia;
  • Se o produto estiver com pequenos defeitos, exija que esses detalhes estejam na nota ou recibo;
  • Confira as mercadorias que forem entregues posteriormente, na hora em que forem recebidas;
  • A loja não é obrigada a trocar produtos por motivo de cor, tamanho ou gosto. A obrigação só ocorre se a promessa foi feita por escrito;
  • O fornecedor tem 30 dias para resolver problemas de vício de qualidade ou de quantidade;
  • Não se esqueça de verificar as possibilidades de pagamento. Quando for à vista, é possível pedir descontos. Os pagamentos feitos com cartão de crédito não devem ter o preço alterado. Se for financiar, leia com cuidado o contrato.

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*