Home / Cidades / Geração de emprego e visão para o futuro. Reforço no abastecimento de água do DF prestes a chegar
Últimas Notícias

Geração de emprego e visão para o futuro. Reforço no abastecimento de água do DF prestes a chegar

Reforço no abastecimento de água do DF prestes a chegar

Obras do sistema de Corumbá atingiram 97% de execução, gerando 1,2 mil empregos. Estrutura vai atender 2,5 milhões de habitantes do DF e entorno

FLÁVIO BOTELHO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: RENATA LU
Daniel Rossiter, presidente da Caesb, ressalta que o Sistema Produtor do Corumbá trará segurança hídrica à população do DF: “Nas próximas décadas, não ouviremos mais falar de racionamento”.| Foto: Divulgação

O abastecimento de água no DF está prestes a receber um importante reforço: as obras do Sistema Produtor do Corumbá atingiram a marca de 97% de execução. A obra está sendo executada em parceria com o governo de Goiás e, quando concluída, irá beneficiar cerca de 2,5 milhões de habitantes da região sul do DF e entorno. O GDF investiu R$ 311 milhões na obra, recursos oriundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento, e gerou mais de 1.200 empregos diretos e indiretos.

As elevatórias, os reservatórios, sistema de purificação e os 32 quilômetros de adutoras que trarão a água da represa de Corumbá IV para o DF já estão prontos. Para finalizar as etapas de responsabilidade do governo local, faltam apenas a realização de testes operacionais e ajustes em alguns equipamentos, que serão executados assim que forem concluídas as obras sob responsabilidade de Goiás.

O abastecimento será feito em duas fases. Inicialmente, o projeto vai atender 1,3 milhão de pessoas com vazão de 2,8 mil litros de água por segundo. No futuro, essa capacidade pode chegar a 5,6 mil litros por segundo, e cada estado ficará com metade da vazão produzida. No DF, as regiões administrativas do Gama, Santa Maria, Park Way, Recanto das Emas e Riacho Fundo I serão atendidas diretamente. Com as obras de interligação, também serão contempladas Águas Claras, Arniqueira, Núcleo Bandeirante, Taguatinga e Ceilândia.

As obras já atingiram 97% de execução | Foto: Divulgação

Segundo o presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), Daniel Rossiter, o sistema Corumbá vai permitir segurança hídrica à população. “Nas próximas décadas, não ouviremos mais falar de racionamento. A gente caminha para finalizar as obras de Corumbá ainda este ano. O GDF tem mostrado prioridade em levar melhorias aos moradores de toda a região”, ressalta.

Leia também

GDF investe R$ 230 milhões em obras de água e saneamento

Caesb avança em obras de setorização de redes em Taguatinga

A administradora regional do Gama, Joseane Araújo, destaca a importância do reforço na distribuição de água para a região sul do DF e os benefícios para as áreas urbana e rural da cidade, mas reafirma seu compromisso com o consumo responsável de água. “Sempre é importante a população ter em mente a conscientização do uso correto da água. Vamos continuar fazendo ações que sempre trabalhamos no Gama, lembrando a população de consumir corretamente a água, mesmo com essa grande obra”, argumenta.

Para a administradora regional de Santa Maria, Marileide Romão, a estabilidade e a segurança no abastecimento serão os principais pontos positivos da nova estação: “É uma obra de suma importância para não ocorrer o racionamento. Acompanharemos o andamento e a conclusão das obras, que beneficiarão muito a nossa população”.

Nas próximas décadas, não ouviremos mais falar de racionamento. A gente caminha para finalizar as obras de Corumbá ainda este anoDaniel Rossiter, presidente da Caesb

Saiba mais sobre o Sistema Corumbá

O Sistema Produtor de Água do Corumbá é um conjunto de obras para captação de água no reservatório de Corumbá IV, com estruturas de tratamento que tornam a água potável e seja, assim, distribuída para a população do DF e de Goiás.

O ponto de captação no Reservatório de Corumbá fica no município de Luziânia (GO). Dali, a água será levada até a Estação de Tratamento de Água em Valparaíso, inteiramente construída pela Caesb e, depois, encaminhada para o Distrito Federal e Goiás.

No DF, a água será direcionada pela Elevatória de Água Tratada para a cidade de Santa Maria, onde será distribuída para a região sul do DF. Essas obras, executadas pela Caesb, incluem a complementação de uma adutora que liga Santa Maria ao Gama e reservatórios para distribuição na região do Recanto das Emas.

 

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*