Home / Cidades / DF tem recorde de 53 mortes confirmadas em um dia; total de óbitos chega a 1.815
Últimas Notícias

DF tem recorde de 53 mortes confirmadas em um dia; total de óbitos chega a 1.815

Por G1 DF

 


Estrutura do coronavírus tem formato de coroa — Foto: Radoslav Zilinsky/Getty Images/Arquivo

Estrutura do coronavírus tem formato de coroa — Foto: Radoslav Zilinsky/Getty Images/Arquivo

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) confirmou 53 novas mortespelo novo coronavírus nesta terça-feira (11). Trata-se de um recorde em 24 horas, já que o maior registro anterior era de 52 casos em um dia. Assim, o total de óbitos desde o início da pandemia na capital chega a 1.815 (veja detalhes abaixo).

De acordo com a pasta, 160 vítimas vieram de outras regiões para buscar atendimento médico em Brasília, sendo a maioria do Entorno do DF.

O número de contaminados também subiu e chegou a 127.484São 1.415 infecções a mais que o total contabilizado até a noite de segunda-feira (10). Desse total, 112.379 (88,2%) pessoas estão recuperadas do vírus na capital.

Perfil das vítimas

Das 53 mortes confirmadas nesta terça, 23 eram mulheres e 30, homens. Com relação à faixa etária, a maioria tinha entre 70 e 79 anos. Veja detalhes abaixo:

Faixa etária

  • 30 a 39 anos: 1
  • 40 a 49 anos: 3
  • 50 a 59 anos: 9
  • 60 a 69 anos: 11
  • 70 a 79 anos: 19
  • 80 ou mais anos: 10

*Região de residência

  • Águas Claras: 1
  • Ceilândia: 6
  • Gama: 2
  • Guará: 1
  • Paranoá: 3
  • Park Way: 2
  • Planaltina: 3
  • Plano Piloto: 7
  • Recanto das Emas: 1
  • Riacho Fundo: 1
  • Samambaia: 2
  • Santa Maria: 6
  • São Sebastião: 1
  • Sobradinho: 2
  • Sol Nascente: 2
  • Taguatinga: 7
  • Vicente Pires: 1
  • Doença cardiovascular: 33
  • Distúrbios metabólicos: 25
  • Nefropatia: 5
  • Imunossupressão: 8
  • Obesidade: 2
  • Pneumopatia: 6

Onde ocorreram as mortes

  • Hospitais particulares: 18
  • Hospital das Forças Armadas: 1
  • Hospital Regional da Asa Norte: 1
  • Hospital Regional de Ceilândia: 7
  • Hospital Regional de Samambaia: 2
  • Hospital Regional de Santa Maria: 18
  • Hospital Regional do Gama: 1
  • Hospital Regional do Paranoá: 1
  • Hospital de Base: 3
  • UPA de Ceilândia: 1

Perfil de infectados

Segundo o governo do DF, a maioria dos pacientes infectados é composta por mulheres (53,1%) e tem entre 30 e 39 anos. Veja abaixo os casos por faixa etária:

  • Menor de 2 anos: 787
  • 2 a 10 anos: 2.550
  • 11 a 19 anos: 5.798
  • 20 a 29 anos: 23.923
  • 30 a 39 anos: 34.525
  • 40 a 49 anos: 28.221
  • 50 a 59 anos: 17.387
  • 60 a 69 anos: 8.368
  • 70 a 79 anos: 3.898
  • 80 ou mais anos: 2.027

Com relação às regiões do Distrito Federal, Ceilândia tem a situação mais grave na capital. Até o início da noite desta terça, a cidade havia ultrapassado 15.864 casos e 344 mortes. Veja tabela completa abaixo:

Casos de coronavírus por região do DF, em 11 de agosto  — Foto: SES-DF/Reprodução

Casos de coronavírus por região do DF, em 11 de agosto — Foto: SES-DF/Reprodução

Leitos de UTI

Hospital Regional da Ceilândia (HRC), no DF, recebe instalação de leitos em anexo construído por meio de doações — Foto: Marcus Bezerra/TV Globo

Hospital Regional da Ceilândia (HRC), no DF, recebe instalação de leitos em anexo construído por meio de doações — Foto: Marcus Bezerra/TV Globo

De acordo com o portal Sala de Situação, do governo do DF, que monitora a ocupação dos hospitais durante a pandemia, mostrava que apenas 23, das 286 vagas reservadas para pacientes com Covid-19 na rede privada estavam disponíveis. A taxa de ocupação era de 92,11%.

Na rede pública, até às 16h34 desta terça, 77,56% dos leitos para cuidado intensivo estavam ocupados, ou seja, das 750 vagas, 546 estavam ocupadas e 46, bloqueadas. Os leitos livres eram 158. O número inclui unidades pediátricas, neonatais e adultas.

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*