Home / Cidades / DF chega a 48 dias sem chuva e umidade do ar cai a 25%
Últimas Notícias

DF chega a 48 dias sem chuva e umidade do ar cai a 25%

Por G1 DF

 


Ipê roxo no Eixão Norte, em Brasília, em imagem de arquivo — Foto: TV Globo/ Reprodução

Ipê roxo no Eixão Norte, em Brasília, em imagem de arquivo — Foto: TV Globo/ Reprodução

Os Ipês floridos são o primeiro sinal da seca no Distrito Federal. Em contraste com o azul do céu, sem nuvens, eles alertam para o período de umidade do ar baixa, temperaturas elevadas durante a tarde e frio no início das manhãs.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), neste sábado (4) o DF completa 48 dias sem chuva. “A última registrada foi em 17 de maio”, explica o meteorologista Heráclio Alves.

Na sexta-feira, a umidade do ar caiu a 25%. Conforme Alves, abaixo de 30% já entramos em “situação de atenção” (saiba mais abaixo).

A previsão, até domingo (5), é que a umidade do ar fique na faixa dos 25%. Já a temperatura deve oscilar entre 11°C , nas primeiras horas da manhã, e 29°C durante a tarde – sem nenhuma possibilidade de chuva, aponta o meteorologista.

Diante da seca, as três orientações principais são:

  • Beber bastante líquido;
  • Evitar desgaste físico nas horas mais secas;
  • Evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia.
Pôr do sol em Brasília durante temporada de seca, em imagem de arquivo — Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Pôr do sol em Brasília durante temporada de seca, em imagem de arquivo — Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Níveis de umidade

A Defesa Civil classifica os níveis de umidade em três tipos:

  1. Estado de Atenção: umidade entre 30% e 20% por cinco dias seguidos
  2. Estado de Alerta: umidade entre 12% e 20% por três dias seguidos
  3. Estado de Emergência: umidade abaixo de 12% por dois dias consecutivos

Os Ipês

Ipês roxos floridos na Asa Sul, em Brasília, em imagem de arquivo — Foto: Júlio Pinheiro/Arquivo Pessoal

Ipês roxos floridos na Asa Sul, em Brasília, em imagem de arquivo — Foto: Júlio Pinheiro/Arquivo Pessoal

O Distrito Federal tem cerca de 700 mil pés de ipês espalhados pelas ruas. Os primeiros a florescer são os roxos, segundo a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do País (Novacap).

A árvore, típica do cerrado, já existia na região antes da construção de Brasília. Conforme os botânicos, o Ipê leva cerca de 20 anos para desenvolver os troncos tortuosos, com casca grossa, que podem chegar a 20 metros de altura.

As copas coloridas duram cerca de uma semana. As flores começam a aparecer no fim de junho e enfeitam a paisagem até o mês de outubro, seguindo a sequência de cores: roxo, rosa, amarelo, verde e branco.

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*