Home / Cidades / Detran registra 22,3 mil casos de alcoolemia no DF; aumento é de 3% em um ano
Últimas Notícias

Detran registra 22,3 mil casos de alcoolemia no DF; aumento é de 3% em um ano

Por Carolina Cruz, G1 DF

Agente manda carro parar em blitz do Detran no Distrito Federal — Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Agente manda carro parar em blitz do Detran no Distrito Federal — Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Um levantamento parcial do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) aponta que foram registrados 22.379 casos de alcoolemia na capital no ano passado. O número representa aumento de 3% em relação ao ano passado, quando houve 21.727 autuações.

Segundo o Detran, o total de autuações envolvendo motoristas que dirigiram após consumo de bebida alcoólica no ano passado “pode ser ainda maior”, já que o órgão está em fase de processamento dos dados.

Em 2018 e 2019, mais de 74% das ocorrências foram de motoristas que se recursaram a realizar o teste do bafômetro. O ato é considerado uma infração, segundo jurisprudência firmada pela Justiça do DF em novembro do ano passado.

O número considera autuações do Detran-DF, do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e da Polícia Militar. Veja a comparação:

Alcoolemia no DF

INFRAÇÃO 2018 2019
Dirigir sob efeito de álcool 5.347 5.662
Recusa do teste do bafômetro 16.380 16.717
Total 21.727 22.379

Punição

Motoristas que se negam a fazer o teste do bafômetro ou que são flagrados dirigindo bêbados estão sujeitos a multa de R$ 2.934,70. Em caso de reincidência, é cobrado o dobro, ou seja, R$ 5.869,40.

Ainda para os dois casos, há recolhimento da habilitação e retenção do veículo. No caso de condutores comprovadamente embriagados, há suspensão do direito de dirigir por 12 meses. O veículo fica retido até a apresentação de condutor habilitado.

Vítimas

Colisão entre ônibus e carro no Recanto das Emas, no DF — Foto: Divulgação/Corpo de BombeirosColisão entre ônibus e carro no Recanto das Emas, no DF — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Colisão entre ônibus e carro no Recanto das Emas, no DF — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

No ano passado, o DF teve diversos casos de acidentes envolvendo motoristas embriagados. Em 30 de dezembro, um homem de 38 anos bateu o carro que dirigia em um ônibus do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) no Recanto das Emas. Segundo a Polícia Civil, um passageiro de 18 anos que estava no carro morreu após ser hospitalizado.

O veículo levava, ainda, um homem de 25 anos. Ele e o motorista ficaram feridos. Já o condutor do ônibus, de 24 anos, ficou ileso.

Outro acidente registrado em julho envolveu um motorista que se recusou a fazer o teste do bafômetro. O homem, de 35 anos, bateu o carro em um poste de iluminação pública na L4 Norte.

Motorista bate carro em poste e se recusa a fazer bafômetro no DF — Foto: PMDF/ DivulgaçãoMotorista bate carro em poste e se recusa a fazer bafômetro no DF — Foto: PMDF/ Divulgação

Motorista bate carro em poste e se recusa a fazer bafômetro no DF — Foto: PMDF/ Divulgação

Segundo a Polícia Militar, o motorista “apresentava sinais de embriaguez”. Ele estava sozinho no carro e não se feriu.

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*