Home / Cidades / Coronavírus: voluntário do DF entrega “marmitinhas do amor”
Últimas Notícias

Coronavírus: voluntário do DF entrega “marmitinhas do amor”

Coronavírus: voluntário do DF entrega “marmitinhas do amor”

Empresário usa doações de amigos, clientes e conhecidos para alimentar pessoas em situação de rua durante pandemia

O medo do novo coronavírus não impediu que um voluntário se mobilizasse e reunisse recursos para alimentar quem mais precisa de ajuda pelas ruas da capital do Brasil. Batizado de “marmitinhas do amor”, o projeto arrecada recursos para a compra e preparo dos alimentos, que são distribuídos pela Asa Norte para pessoas em situação de rua.

O projeto vinha sendo realizado há seis meses, quando o empresário Bruno Domingos passou a se interessar por gastronomia. Com o fechamento de sua clínica de fisioterapia – decorrente do decreto do GDF –, ele chegou a cogitar parar por falta de recursos e pelo medo do Covid-19.

“Eu saia todos as sextas-feiras para distribuir marmitas. Antes, recebia os alimentos. Quando mencionei que iria parar, o médico que tratou a minha esposa, já falecida, me pediu para continuar. Ele sugeriu que eu tivesse uma ajuda e, desde a última segunda-feira (30/03), comecei a arrecadar R$ 10 por marmita para comprar os ingredientes, o gás e distribuir”, conta Bruno.

A atitude de ajudar o próximo contagiou amigos, clientes e conhecidos, que passaram a procurá-lo para contribuir. Até essa quinta-feira (02/04), haviam sido distribuídas 776 marmitas. Mas as pessoas atendidas não recebem apenas o alimento: junto com cada prato são doados ainda água, kits de higiene pessoal e pacotes de biscoito.

O cardápio é sempre variado. Bruno explica que preza pela qualidade e a quantidade de alimento dentro de cada marmita. “Eu faço algo que eu vá comer, não de qualquer forma”, explica. “A maior forma de amor não está apenas em um abraço, mas também em alimentar as pessoas”, conta o empresário que, enquanto concedia esta entrevista, preparava mais 45 marmitas para entregar na noite dessa sexta-feira (03/04).

1

“A maior forma de amor não está apenas em um abraço, mas também em alimentar as pessoas”

BRUNO DOMINGOS, VOLUNTÁRIO

O percurso mais comum de Bruno, que conta com ajuda de amigos voluntários na distribuição, é a região da Colina até próximo a Universidade de Brasília (UnB). Ele explica que, antes da chegada da pandemia, era o Hospital Regional da Asa Norte (Hran), mas, por ocasião do local ter virado referência no tratamento dos casos de contágio pelo coronavírus, o grupo tem o evitado.

Quer ajudar?

Segundo Bruno, muitas das pessoas que o ajudam, no momento, são seus conhecidos e atletas que faziam tratamento fisioterápico na sua clínica.

Os interessados devem entrar em contato por mensagem privada no perfil do “Marmitinhas do Amor” no Instagram. Lá, Bruno explica como doar.

Adaptações: Alexandre Torres

Guará News

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*